A música de Vasco Palmeirim sobre os pais, inspirada na música ‘Para os braços da minha mãe’ de Pedro Abrunhosa.


VI MEU PAI A FAZER AMOR COM A MINHA MÃE.

Quatro da madrugada.
Nao adormeço nem por nada.
Nao tenho ninguém para um cafuné.
Estou às voltas no travesseiro.
Já contei mil carneiros.
E até a ovelha Choné.

Entao escutei um ruído
Como nunca tinha ouvido
Saí do quarto decidido
e perguntei “está aí alguém?”…
Era o meu pai a fazer amor com a minha mãe.
Vi o meu pai a fazer amor com a minha mãe.

Fugi p’lo corredor
Pra debaixo do meu cobertor
Como um gaiato assustado.
Adormecer é meu desejo
Mas fecho os olhos e o que vejo
É meu pai todo pelado.

Quero tampoes para o ouvido
porque continua o ruído
Raisparta tamanha libido
e a manhã nunca mais vem…
Vi o meu pai fazer amor com a minha mãe.
Vi o meu pai fazer amor com a minha mãe.

Fica aqui meu recado
Jovens tenham cuidado
Não saiam do quarto à maluca
Fiquem mazé onde estão
Porque aquilo que parece um ladrão
São vossos pais no truca-truca
….
E papás de todos os países!
Pensem em vossos petizes!
Se não querem vê-los infelizes
Fechem a porta do vosso quarto bem…
Para ninguém ver um pai a fazer amor com a sua mãe.
Eu vi meu pai fazer amor com a minha mãe.

Letra by Vasco Palmeirim