“Bom dia. Olhe, é para dizer que sou contra a Violetta. Sabe uma coisa que eu lhe vou dizer? Isto vai chocar muita gente, mas é a verdade que eu sinto: tenho muitas saudades do Noddy. Ao menos, no tempo do Noddy havia respeito. Não era esta pouca vergonha. Porque a Violetta, na primeira série, apaixonou-se pelo Tomás. Depois, já gostava do Léon e agora é o Diego. Mais uma temporada ou duas e esta menina passa Buenos Aires toda a pano. E a Ludmila é outra galdéria. Enquanto o Noddy era um homem sério, era um indivíduo que tinha o seu negócio do táxi e queria trabalhar. E eram episódios pequeninos. Os da Violetta, às vezes um gajo quer ver a bola e só vê a segunda parte porque a Priscila empurrou a Violetta por uma escada abaixo e não se pode ver mais nada na televisão.” in Mixórdia de temáticas