«Quando alguém toca à nossa campainha e nisto percebemos que é uma pessoa desagradável em termos de toques de campainhas. São pessoas que não sabem estar no intercomunicadores. O que eu advogo, em termos de toques de campainha, é um simples ‘iiinn’, mas há pessoas que fazem ‘iiinn iiinnn iiinnnnnnn’. Nem me façam falar de carteiros», in Mixórdia de temáticas