Ao fim de 16 anos ao serviço da empresa, o Nuno vai mudar de emprego.
Os colegas de trabalho pediram-me para lhe pregar uma partida! E ele caiu que nem um “patinho”